Dieta Anti-Inflamatória

CONHEÇA A PIRÂMIDE ANTI-INFLAMATÓRIA

Imagem1

A investigação científica tem tornado claro que a origem de grande parte destas doenças está na inflamação crónica. Sabemos que a inflamação na superfície corporal caracteriza-se por vermelhidão local, inchaço, calor e dor. É um mecanismo de resposta do organismo, canalizando maior nutrição e atividade imunitária ao local da lesão ou infeção. Mas quando esta inflamação persiste ou se mantém sem motivo, ela danifica o organismo e causa doença. O stress, sedentarismo, predisposição genética e exposição a toxinas (como o tabaco) podem todos contribuir e acentuar esta inflamação crónica, mas as escolhas alimentares têm um papel determinante neste processo. A Dieta Anti-Inflamatória é adequada para todas as pessoas e todas as idades e deve ser utilizada como medida preventiva e de promoção da saúde e bem-estar. Seguir uma dieta anti-inflamatória pode ajudá-lo significativamente a prevenir e combater a inflamação crónica que está na raiz de muitos problemas de saúde graves. É uma forma de selecionar e preparar a sua alimentação baseada na ciência que pode ajudar cada um a atingir e manter um ótimo estado de saúde durante o seu percurso de vida.

framboesa

OS PRINCIPAIS ALIMENTOS DA DIETA ANTI-INFLAMATÓRIA

           CHÁ - 2 a 4 copos dia

           ERVAS E ESPECIARIAS - A quantidade que desejar

           COGUMELOS ASIÁTICOS - Sem restrições

            PEIXE E MARISCO - 2 a  Doses por semana

           GORDURAS SAUDÁVEIS - 5 a 7 doses por semana

           GRÃOS INTEGRAIS E MOÍDO - 3 a 5 doses por dia

           MASSA (AL DENTE) - 2 a 3 doses por semana

           FEIJÕES E LEGUMINOSAS - 1 a 2 porções por dia

           FRUTA  E VEGETAIS - 4 a 5 porções por dia no mínimo

           ÁGUA - Durante o Dia, cerca de 2 a 3 litros